sexta-feira, 28 de setembro de 2007

HOMENAGEM AO DR. JOSÉ VARELA

A Feliciana é uma amiga de sempre. Nasceu, cresceu, casou, teve os seus filhos e desde sempre tem vivido em Casa Branca. É uma mulher sensível, meiga e com alma de poeta.
Há cerca de 3 anos, depois de uma conversa comigo, foi buscar o caderno onde escrevia os seus poemas. Fiquei admirada com a quantidade e a qualidade destes poemas; Fiquei admirada com a sua inspiração genuína; com a sua capacidade de encontrar as palavras certas para "aquele" poema.
Aconselhei-a a mostrar aos outros o que escrevia, e então, a partir desse dia, ultrapassou o medo, a vergonha e a timidez e começou a concorrer aos encontros de poetas populares que se realizam aqui no Alentejo e até mais longe. Agora, participa com entusiasmo nos concursos e os seus poemas são sempre muito elogiados.
Ontem, escreveu este poema, que eu não resisto a transcrever aqui:

HOMENAGEM AO DR JOSÉ VARELA


Dum amigo quero falar
Eu precisava escrever
Para poder elogiar
O seu enorme saber
Do Alentejo gostar
E a todos bem querer
De cá partiu em rapaz
E de tudo foi capaz.

Sua viagem percorreu
Estudou p’ra se formar
A esta terra pertenceu
Era seu ninho e seu lar
O seu corpo padeceu
Sofreu, mas sempre a lutar
Pelos amigos respeitado
P’ra família muito amado

Escreveu com imaginação
O livro Aldeia Branca
Aos amigos deu a mão
Não esquecendo a infância
E tinha a sua razão
Aqui sentiu confiança
Hoje a chama se apagou
Mas, seu valor nos deixou.

Casa Branca, 28 de Setembro de 2007
Feliciana Capela Silva

2 comentários:

Anónimo disse...

Ol� zU! Gostei bastante do teu blog! Inteligente, elegante e belo! Se quiser visitar, o meu blog: alacazum.blogspot.com

LuzAzul disse...

OBRIGADA
ESTOU APENAS NO INÍCIO... MAS NA VERDADE ESTÁ A DAR-ME MUITO PRAZER.
SEI QUE VOCÊ É DO BRASIL. É MUITO EMOCIONANTE SABER QUE ALGUÉM TÃO LONGE DE PORTUGAL, LEU OS MEUS TEXTOS E GOSTOU.
ZUZU