quarta-feira, 12 de setembro de 2007

59 ANOS...

No dia 12 de Setembro de 1948, nasceu nesta Aldeia Branca, uma menina.
Era a primeira filha do jovem casal, que havia um ano, no dia 13 de Outubro de 1947 , tinham casado na Igreja Matriz da Aldeia Branca.
A minha mãe, com 21 anos, muito jovem, sentiu o medo e a responsabilidade de dar à luz, com a ajuda da minha tia-avó Josefa, que era uma mulher muito corajosa e curiosa, e por isso ajudava as mulheres da família a darem à luz...
A minha mãe não conhecia as dores do parto. As dores para parir eram imensas e as horas iam passando e a bébé não queria nascer... as indicações que a minha tia-avó Josefa lhe dava não eram suficientes para a acalmar... então depois de muitas horas de sofrimento, no quarto pequeno e abafado da casa do jovem casal, decidiram-se a chamar o médico.
O médico veio de pronto e com a sua ajuda e apoio, pelas 13 horas da tarde, nasceu uma menina, que pesava cerca de 3,200Kg, era perfeita e chorava bastante...
O meu jovem pai estava radiante...
A minha mãe ficou exausta... queria descansar, apenas... não conseguia pensar em comer!... e toda a gente queria à força que ela comesse, que ela se alimentasse com as fatias paridas acabadinhas de fazer e com a canja de galinha que tinha sido cozinhada havia poucos minutos... ela tinha que se alimentar, pois tinha que ter leite para amamentar a menina... - diziam-lhe!
Lentamente, foi recuperando o apetite... e ficou de resguardo, fechada no pequeno quarto durante 30 dias... mal a deixavam levantar da cama... não queriam que ela fizesse nada... a minha tia-avó Josefa vinha todos os dias ver-nos.
Quando me caiu o cordão umbilical começou a vir dar-me o banho.
A minha mãe apenas assistia... era assim que as parturiente eram tratadas... com muito resguardo, como boa alimentação e com muito carinho e amor de toda a família...
Os familiares, os amigos e conhecidos vinham ver a menina que tinha nascido... achavam-na bonitinha, com uns olhos pretos muito grandes... dormia... chorava pouco... e crescia...
e fui crescendo... crescendo...vivendo... amando...sofrendo... e hoje fiz 59 anos!!!!!!!!!!
Luzazul

3 comentários:

José Varela disse...

MUITOS PARABENS !!!!!

Espero que contes muitos e com Saude.

Um beijinho,

Ze Manel

José Baleiro disse...

Gostei muito do teu texto, sobre o teu nascimento;primeiro, pela forma como descreves o parto e os cuidados que na altura eram os recomendáveis, e depois a forma como encaras a vida, sempre optimista, ao contrário deste que escreve estas linhas.
Beijos
o teu marido

Sofia disse...

Linda... Parabéns!!!
Ainda aqui não tinha vindo, confesso, mas adorei ler-te e vou querer voltar e coltar e voltar... :D
Que este ano pessoal que começa para ti te traga muitas coisas boas!

Beijinhos com muita luz!